Sitiante morto por assaltantes foi ferido na garganta e atingido por disparo nas costas

DIARIO DO PANTANAL


O produtor rural assassinado nessa segunda-feira (30/8) no distrito de Vila Vargas, em Dourados, foi atingido por pelo menos quatro disparos de arma de fogo e ferido por arma branca, de acordo com os primeiros levantamentos da Polícia Civil colhidos na cena do crime. 

Ireno Dias dos Santos, 70, foi morto na frente do neto, uma criança de 10 anos, no início da noite de ontem após ter a propriedade invadida por três homens. Os bandidos fugiram levando um cofre onde estaria armazenado grande quantidade de dinheiro em espécie.

 
Além de perfurações resultantes dos tiros, a vítima apresentava ainda um corte na garganta. Os peritos criminais responsáveis pela investigação deste caso acreditam que o ferimento na parte da frente do pescoço tenha sido provocada por uso de uma faca. 

Já um dos disparos de arma de fogo atingiu uma das axilas, outro tiro pegou de raspão na cabeça e dois disparos teriam atingido as costas do idoso. O trabalho de perícia indica ainda que estes dois tiros ricochetearam na parede antes de acertar as costas de Ireno.

O objetivo deles seria de roubar o cofre que segundo informações de familiares estaria guardado aproximadamente R$ 200 mil, já que Ireno não tinha o costume de utilizar conta em agência bancária. 

A Polícia Civil, através do SIG (Setor de Investigações Gerais), segue apurando o crime tratado inicialmente como de latrocínio.