Família douradense doa van Ducato para o Hospital de Amor de Dourados

FOLHA DE DOURADOS


A Associação de Apoiadores do Hospital de Amor de Dourados – AApoiadores, recebeu ontem, dia 9, a doação de uma van Ducato em prol do Hospital de Amor do município. A doação foi realizada pela Família Peres e o veículo vem para facilitar o acesso de pacientes que moram em localidades distantes do tratamento oferecido no Instituto de Prevenção Dourados.

O empresário Valdemar Peres, representando a família, destacou que a doação tem intuito de facilitar o acesso de pacientes que não têm condições de ir até a instituição. “A doação desta van tem o principal objetivo de aliviar os corações de pacientes diagnosticados com câncer e contribuir com inúmeras famílias que sofrem com a falta de acesso. Se este veículo ajudar a salvar uma vida, terá valido muito a pena”, enfatizou.

A presidente da AApoiadores, Cristiane Iguma Câmara, agradeceu e enalteceu o belo gesto de amor da família Peres, e ressaltou que a van terá um papel importante, pois vai ampliar as possibilidades de atuação do Instituto de Prevenção, unidade do Hospital de Amor em Dourados.

De acordo com Sadi Masiero, presidente da Sicredi Centro-Sul MS e importante parceiro deste projeto de amor em Dourados, essa é mais uma vitória para a população douradense. “Somos uma instituição financeira cooperativa comprometida com o fortalecimento e a qualidade de vida dos nossos associados e com o desenvolvimento da região em que atuamos. E ver famílias envolvidas, apoiando e ajudando o Hospital de Amor, só nos faz crer que estamos no caminho certo”, disse.

Durante o evento, seguindo todas as normas de biossegurança contra o Covid-19, estiveram participando o prefeito de Dourados, Alan Guedes, o promotor de Justiça, Ricardo Rotunno, o padre Marcos Roberto, o coordenador estadual do Hospital do Amor, Ademar Capuci, os diretores Odilon Azambuja, Juliana Peres, Guilhermina Ortiz, Irma Lupinetti, Rozemar Mattos, as coordenadoras Gislene Mattos e Gedália Avíla, além do responsável clínico do Instituto, Aroldo Boigues e da equipe de enfermagem.