Polícia prende 'peça chave' em esquema que desviou R$ 23 milhões de prefeitura

DOURADOS NEWS


Policiais civis do Dracco (Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado) prenderam no domingo (26/9) mais uma pessoa por suspeita de envolvimento em esquema de corrupção na prefeitura de Maracaju. A ação ocorreu dentro da Operação Dark Money, que na quarta-feira cumpriu vários mandados de prisão e busca e apreensão na cidade. 

De acordo com a polícia, o alvo era funcionário público comissionado à época e apontado como peça chave nos desvios que chegaram a R$ 23 milhões os anos de 2019 e 2020, quando o município era administrado por Maurílio Azambuja (MDB).

 
O mandado de prisão preventiva foi cumprido na área rural da cidade e dois veículos acabaram apreendidos. 

Primeira fase

Na etapa inicial da investigação, sete pessoas foram presas temporariamente, entre elas o ex-prefeito.

Também ocorreu o cumprimento de 26 mandados de buscas que resultaram na apreensão de eletrônicos, smartphones, computadores, documentos, 10 veículos, um barco, joias, discos rígidos e várias cédulas de cheque totalizando R$ 109 mil, além de R$ 143 mil em espécie, além de armas de fogo e munições de vários calibres.