Homem mata filha e esposa e mantém corpos em decomposição em casa

DOURADOS NEWS


Nesta terça-feira (2/11) a polícia paraguaia prendeu homem de 57 anos acusado de matar esposa e filha, que estavam desaparecidas há mais de três meses, em Pedro Juan Caballero, no Paraguai.

Segundo informações policiais, o mau cheiro chamou atenção dos vizinhos e moradores do bairro Defensores Del Chaco, na periferia da cidade. Bombeiros voluntários foram até o local e encontraram os corpos em decomposição e acionaram a polícia.

 
No local estava trabalhando no lado de fora da residência, o indivíduo identificado com Pablino Giménez (57), ele tentou impedir a entrada dos bombeiros e, após eles avistarem os corpos, o homem disse ter matado as duas porque a filha estava possuída pelo demônio, então ele teria recebido ordens divinas para mata-las.

Os corpos estavam em cima de duas camas nos quartos da residência, em avançado estado de decomposição. Pablino e um outro filho do casal continuaram vivendo na residência, com os cadáveres. O rapaz também foi levado para prestar depoimentos.

Antes disso, o homem já havia procurado a polícia para registrar o desaparecimento das duas, há pouco mais de três meses. De acordo com as informações Noelia Giménez Romero (20), estaria possuída e sua mãe, Doña Patrocínia Romero (49), teria a levado à um centro espírita em Ciudad del Este e, desde então, não foram mais vistas.