Gustavo Sprotte vence eleição em Bandeirantes com 36,25% dos votos

Candidata do PSDB ficou em segundo lugar, com menos de 150 votos de diferença


Gustavo Sprotte (DEM), é oficialmente o novo prefeito de Bandeirantes, em Mato Grosso do Sul, com 36,25% com Gideane Rocha como vice-prefeita, deixando Zulene Diniz (PSDB), em 2° lugar.

O prefeito obteve 1.493 votos, 149 na frente de Zulene, que recebeu 32,63% dos votos, o que significa 1.344 votos do total. Em terceiro lugar ficou Celso Abrantes (PSD), com 28,21% dos votos, o mesmo que 1.162. Por último ficou Milane (PSC) com 2,91%, ou seja 120 votos. Outros 88 eleitores votaram nulo e 38 em branco.


Gustavo estava no comando da Prefeitura desde 1º de janeiro de 2021. Agora, será oficialmente o prefeito até dezembro de 2024.  "Obrigada por essa vitória inédita, vocês bandeirandenses me ajudaram a vencer, nós vamos fazer o melhor trabalho que Bandeirante já viu", falou em vídeo de comemoração.

As eleições fora de época ocorreram depois que em junho de 2020, o Ministério Público de Mato Grosso do Sul, por meio do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (GAECO), apontou prática de diversos crimes por servidores públicos da Prefeitura Municipal de Bandeirantes, inclusive Secretários Municipais, e que o Prefeito Municipal, Álvaro Nackle Urt, teria cometido infrações.

Após a constatação de irregularidades relacionadas à montagem de processos licitatórios e ao fracionamento de licitação, o Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul ingressou com pedido de liminar de indisponibilidade dos bens do atual Prefeito de Bandeirantes (MS), Álvaro Nackle Urt, no valor de R$ 78.351,87, que foi deferido pelo Juiz titular da comarca, Daniel Foletto Geller.