Segunda remessa prevê 1,3 mil doses de vacinas para crianças em Dourados

DOURADOS NEWS


A segunda remessa de vacina pediátrica Comirnaty (Pfizer/Wyeth) enviada a Dourados para imunização de crianças entre 5 e 11 anos contra a Covid-19 deve totalizar 1.300 doses. Isso é o que prevê a Resolução Ad Referendum nº 09/CIB/SES, expedida pela Secretaria de Estado de Saúde na edição desta quarta-feira (19) do Diário Oficial. 

Ao todo, Mato Grosso do Sul vai distribuir 18.300 doses do imunizante aos municípios para vacinar prioritariamente crianças de 5 a 11 anos com deficiência permanente ou com comorbidades, crianças indígenas e Quilombolas, crianças que vivam em lar com pessoas com alto risco para evolução grave de COVID-19, e crianças sem comorbidades em ordem decrescente de idade, de 11 a 5 anos. 

 
A resolução prevê que pais ou responsáveis devem estar presentes manifestando sua concordância com a imunização. Caso não estejam, a vacinação deverá ser autorizada por um termo de assentimento por escrito.

Com base em dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), as autoridades de saúde pública estimam que Dourados tenha população de 23.466 crianças na faixa etária em questão. 

Para imunizar esse público-alvo, já havia recebido na semana passada 1.880 doses da vacina pediátrica Comirnaty (Pfizer/Wyeth), das quais 750 doses destinadas a crianças indígenas e 1.130 para crianças não indígenas. 

Na terça-feira (18), quando Dourados vacinou as primeiras crianças, na UBS (Unidade Básica de Saúde) do Jardim Santo André, o secretário municipal de Saúde, Waldno Pereira de Lucena Junior, explicou que esse processo de imunização será feito por agendamento.

“A população pode buscar qualquer unidade de saúde mais perto de casa pessoalmente ou por telefone para fazer o agendamento. A equipe vai agendar nas unidades vacinadoras, que são 10 das 32 que temos no município por causa do treinamento da equipe e disponibilidade de doses”, detalhou.