Secretária aconselha quem tem comorbidades a não deixar de usar máscaras

DOURADOSNEWS / ANDRé BENTO


Secretária-adjunta de Estado de Saúde, Crhistinne Maymone alertou que a Covid-19 ainda tem provocado óbitos e hospitalizações - Crédito: Arquivo / Prefeitura de Dourados

A secretária-adjunta de Estado de Saúde, Crhistinne Maymone, reforçou nesta quarta-feira (9) a importância da imunização contra a Covid-19, fez novo apelo para que as pessoas concluam os ciclos vacinais e aconselhou quem tem comorbidades a não deixar de usar máscara de proteção facial.

Durante live do governo estadual nesta manhã, ela pontuou que a doença ainda tem causado óbitos e provocado casos graves com necessidade de internação hospitalar entre sul-mato-grossenses, razão pela qual ampliar a cobertura vacinal é a forma de tentar retomar a normalidade no cotidiano em meio à pandemia. 

Conforme o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde, com mais 1.296 casos confirmados nas 24 horas recentes, Mato Grosso do Sul chegou a 510.376 diagnósticos de Covid-19 desde o início da pandemia. 

Os mais recentes ocorreram sobretudo em Dourados (354), Ladário (137), Campo Grande (129), e Fátima do Sul (127). Os demais municípios confirmaram menos de uma centena. 

Também houve a confirmação de mais oito óbitos e as vidas perdidas para doença agora somam 10.423 em âmbito estadual. A taxa de letalidade segue em 2,0%. 

Duas das vítimas mais recentes residiam em Dourados e faleceram no domingo (6). Uma mulher de 73 anos tinha doença respiratória crônica, hipertensão e obesidade, e um homem também com 73 anos, era portador de doença respiratória crônica.

Houve ainda um óbito em Ribas do Rio Pardo, um de Bataguassu, um de Sidrolândia, um de Rio Verde de Mato Grosso, um de Campo Grande e um de Naviraí. Todas essas vítimas tinham comorbidades.

No quadro atual, são 492.890 casos recuperados da Covid-19, mas ainda há 6.904 pacientes em isolamento domiciliar e 159 hospitalizados, dos quais 72 em leitos clínicos e 87 de UTI (Unidade de Terapia Intensiva).