Policial Militar que caiu de barranco na Capital morre em hospital

Fernando Lima Araújo, de 28 anos, estava internado em estado gravíssimo na Santa Casa de Campo Grande

JORNAL DA NOVA


Policial militar Fernando Lima Araújo, de 28 anos / Imagens: Reprodução/Instagram

O policial militar Fernando Lima Araújo, de 28 anos, morreu na tarde desta quinta-feira (10), em Campo Grande. Araújo estava internado em estado gravíssimo na Santa Casa, desde terça-feira (8), quando perdeu o controle de sua motocicleta e caiu de um barranco no cruzamento da avenida Ernesto Geisel com a Manoel da Costa Lima, no Bbairro Guanandi, em Campo Grande.

A morte foi confirmada pela Polícia Militar, via assessoria de imprensa, que nesta sexta-feira (11) pela manhã deve divulgar o horário e local do velório e sepultamento do militar. Na tarde desta quinta-feira (10), a Santa Casa abriu o protocolo para apuração da morte encefálica de Araújo e vários testes foram realizados até a confirmação do falecimento, publicou o 'Campo Grande News'.

Desde a internação o quadro clínico de Fernando Lima era instável. Ele permanecia em observação na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) em estado gravíssimo, 'sob observação neurológica rigorosa'. Nas redes sociais, colegas lamentaram a perda do policial.

'Luto na PMMS: Faleceu hoje (10), em decorrência do acidente de trânsito, sofrido no dia 08, o Sd PM Fernando Lima de Araújo (28 anos). O Sd PM Araújo ingressou na PMMS, em 02 de março de 2020. Filho do 3º Sgt PM Ref. Elias Miranda de Araújo (turma 1982). Nossos sentimentos. Deus conforte o coração da família e amigos. Descanse em paz guerreiro', postou a página Veteranos da Polícia Militar MS.

'Com profunda tristeza, lamentamos a partida repentina e trágica de mais um irmão de farda (sic). A lembrança que fica na vida de quem teve o prazer de conhecê-lo, é de um menino alegre, batalhador e que se entregava ao máximo em tudo que fazia. Que Deus te receba em seus braços e lhe dê o merecido descanso, irmão. Que o Senhor conforte os amigos e familiares. Jamais será esquecido. Vá em paz, guerreiro' também lamentou a página Ser Policia Por Amor.