MS registra a quinta morte por dengue

DOURADOS AGORA/REDAçãO


Limpeza de quintais é fundamental pra evitar criadouro de mosquito - Foto: Arquivo

Uma criança de um ano que morava em Laguna Carapã é mais uma vítima fatal da dengue em Mato Grosso do Sul, que soma cinco mortes em decorrência da doença em 2024. Em onze semanas do ano, são 3 mil casos de dengue confirmados e outros 9,1 mil prováveis. Dourados registrou uma morte – um homem de 33 anos sem doença e que não tomou vacina.

Os dados são do boletim epidemiológico divulgado pela SES (Secretaria Estadual de Saúde), nesta quinta-feira (21), e mostram que Mato Grosso do Sul agora está em situação de alta incidência para a dengue, com 41 municípios nessa situação e outros 25 em alerta.

Chapadão do Sul desponta como a cidade com maior número de casos confirmados por dengue este ano, sendo 621 notificações. Campo Grande tem 402 casos confirmados e Costa Rica, 362 casos, enquanto Ponta Porã aparece com 149 casos de dengue este ano.

São cinco mortes em decorrência da doença em 2024, sendo uma bebê de um mês, um idoso de 81 anos, uma idosa de 73 anos, um homem de 33 anos e um menino de 1 ano. Destes, apenas dois tinham comorbidades.

Apesar de crescentes, os casos de dengue semana a semana continuam abaixo dos números do ano passado. Na semana 11, por exemplo, foram registrados 1.112 casos prováveis da doença em MS, número que somava 2.650 no mesmo período do ano passado.