Pé-de-Meia: pagamento da primeira parcela começa nesta terça

G 1


O Pé-de-Meiaprevê o pagamento de incentivo mensal de R$ 200. - Crédito: Fabiane de Paula/Sistema Verdes Mares

Os alunos contemplados pelo programa Pé-de-Meia que fazem aniversário em janeiro e fevereiro vão receber nesta terça-feira, dia 26 de março, a primeira parcela do benefício. O valor de R$ 200 é referente ao bônus de matrícula e não é descontado do incentivo de frequência de R$ 1.800, que será pago em nove parcelas ao longo do ano. 

Pé-de-Meia é um programa do Governo Federal, que, por meio do MEC, irá fornecer incentivo financeiro para estudantes de baixa renda regularmente matriculados no ensino médio da rede pública, como forma de combater a evasão escolar. Serão contemplados alunos dos 14 aos 24 anos, cuja família está inscrita no Cadastro Único (CadÚnico). (Veja os detalhes mais abaixo.)

Os beneficiários que fazem aniversário em outros meses também receberão a primeira parcela ainda nos próximos dias, a depender do mês de nascimento, de acordo com o seguinte cronograma:

Janeiro e fevereiro: 26 de março

Março e abril: 27 de março

Maio e junho: 28 de março

Julho e agosto: 1º de abril

Setembro e outubro: 2 de abril

Novembro e dezembro: 3 de abril

De acordo com Camilo Santana, ministro da Educação, a Caixa Exonômica, responsável pelos repasses para as contas dos estudantes, ainda vai avaliar se o mês de aniversário seguirá sendo o critério para pagamento das próximas parcelas do benefício.

Como saber se foi contemplado

Os estudantes de ensino médio podem conferir se foram contemplados pelo programa por meio do aplicativo Jornada do Estudante, do Ministério da Educação (MEC). Se for beneficiado pelo programa, o aluno encontrará no app informações como:

parcelas de matrícula;

calendário de pagamento;

data de pagamento;

valor da parcela;

identificação de competência da parcela;

informações de banco, agência e conta em que a parcela foi paga;

situação da parcela; e

data de processamento de cada informação.

Para os que não tiverem sido contemplados, o aplicativo deve informar o motivo da rejeição e apresentar orientações ao estudante para solucionar a situação.